2020-05-21

Farol da Guia

Fomos aos Cachorros da Boca do Inferno.

2020-05-20

Rabiscando...

... ou bonecodebolsando.

2020-05-18

Praia da Ursa

Isto é que é o verdadeiro desconfinamento!!!

2020-05-16

Trabalhos florestais

Ou serão silvícolas?

2020-05-14

Praia da Ursa

Agora deu-me para o pastel seco. O tema é o do costume. (NUS).

2020-05-13

2020-05-12

Fátima

Acho que este desenho já cá esteve pelo menos parcialmente mas hoje apeteceu-me recordá-lo.

2020-05-11

Nêsperas

Nêsperas ao almoço, ao lanche, ao jantar... frescas, em doce, em bolos...
Não me lembro de outro ano com tantas tão grandes e tão boas (neste desenho até parecem laranjas). 2020 será o ano do Covid19 mas também o ano das nêsperas.

2020-05-10

Adraga

Restos de confinamento. Brincando com caneta de bambu (NUS).

2020-05-08

Desenhar à Flor da Pele, 20200506

Uma actividade CAVS- Casa Atelier Vieira da Silva/ Cathy Douzil, agora (zoom) virtualmente.

2020-05-04

Caminhos do Tejo

Os "Caminhos do Tejo" foram um excelente projecto do Arq Gonçalo Ribeiro Teles, com o Centro Nacional de Cultura, mas tinham um design abaixo do aceitável.
Não sei de quem é a responsabilidade mas toda a sinalética mudou radicalmente é agora muito boa. Até omnipresente.
Outros tempos em que se faziam caminhadas. Para quando a reabertura (em segurança) das grandes rotas, albergues, etc?

2020-04-30

Linha d'Água

Este desenho foi feito com um objectivo específico mas já não recordo qual, mas lembro-me bem de o fazer. Dantes, quando era possível gozar de uma esplanada...
Julgo que este desenho ainda não tinha vindo ao blog.

2020-04-29

Desenhar à Flor da Pele

Em modo ZOOM. Uma experiência nova.


2020-04-28

Pavilhão Atlântico

Um desenho que está quase fazendo um ano. Feito durante o FESTIVAL PARTES 2019, que deixou saudades.

2020-04-26

Dia Europeu dos Jardins Históricos

Sem poder sair de casa, socorro-me de desenhos antigos.
Jardim da Casa dos Açores, Minde. Museu da Aguarela Roque Gameiro.




25

O desenho não é novo, mas vai reaparecendo ciclicamente.

2020-04-24

Riscar o Riscador

WebOficina proposta pelo Filipe Almeida. Obrigado Filipe.

2020-04-23

Outros tempos, outros lugares,

Que trazem boas recordações.
Casas Baixas, quando do Sketch Tour Portugal Trails.

2020-04-21

De Geração em Geração

WebOficina 18. Obrigado Cláudia Mestre.

A Cadeira do Cristino
Foi comprada pelo Justino Guedes (1852- 1923) para uso das filhas.
Passou para o irmão, Alfredo Roque Gameiro (meu bisavô), sendo usado por todas as cinco filhas e filhos. Em casa da Avó serviu a Mãe e todos os tios e tias té chegar à minha geração em que todos também a usámos. Entre filhos e sobrinhos andou de casa em casa servindo a quem precisava e já foram muitos. Agora sentam-se nela os meus netos.
Já são muitas gerações!
É, no entanto, conhecida como “a cadeira do Cristino” devido a uma famosa birra ao jantar do (futuro) arq Luís Cristino da Silva (1896-1976) cujo pai era amigo do meu bisavô.

2020-04-19

Quarentena Desenhada

Não têm sido nada fáceis estes dias. Nada. Sem desenhar nem mesmo as WebOficinas.
Atirei-me a esta do Hélio Boto. Obrigado Hélio.


2020-04-09

WebOficina 16. Paleta Reduzida.

A água foi tanta que o scanner não apanhava cor nenhuma. Tive de lá voltar com as aguarelas, mas sempre com as mesmas três cores. Obrigado Manuela Rolão.

2020-04-07

WebOficina 15. A Linha

Tentando responder à proposta do Bruno Vieira.

2020-04-04

Uma Crónica da Quarentena

A proposta da Teresa Ruivo não podia ser mais interessante nem mais oportuna. É o verdadeiro espírito do Urbansketching!
A minha quarentena não tem sido fácil de cumprir. Estou sempre a sair de casa e quando volto tem de ir tudo para a desinfecção de maneira que levo só o material mínimo. Nestas ânsias de me livrar do virus lá foi o "caderno da quarentena" para a máquina de lavar roupa e de lá... para o lixo. Alguns dos desenhos que já estavam scanados são agora peças únicas digitais.

2020-04-03

Vamos ao Ginásio.

WebOficina no âmbito da #quarentenadesenhada dos USkP:

Para além da importância do ter ou não ter jeito para o desenho (Ah! Discussão antiga e sempre recorrente), há um aspecto que não me deixa dúvidas:
A capacidade de riscar linhas direitas ou letras regulares não é inata! Depende apenas de aprendizagem, treino e tempo.
E nem sequer é fundamental para grande parte dos desenhos que fazemos. Há desenhos que são lindos apesar de completamente amolgados.
No entanto é conveniente, às vezes, conseguir um traço preciso, uma linha direita, um gradiente de valores ou um conjunto de marcas regulares. Para isso é importante treinar a mão.

VAMOS AO GINÁSIO!

Aqui ficam alguns exercícios que podem ser feitos com qualquer riscador, em qualquer lugar e em qualquer ocasião. Até durante aquelas reuniões mais chatas (bastava fingir que estávamos aplicadamente tomando apontamentos).

Algumas explicações da esquerda para a direita, de cima para baixo:
1.    Encher um quadrado de rectas paralelas. A dificuldade aumenta se for deixada uma reserva em que parte das linhas serão interrompidas.
2.    Espiral. Pode ser desenhada de dentro para fora ou VV. Pode-se aumentar ou diminuir a distância entre linhas.
3.    Serpentinas, ou qualquer outro motivo que, concentricamente, vão sendo mais carregadas, em degradé.
4.    Riscar rectas ortogonais apoiando a mão na borda do caderno. Quanto mais afastadas da borda menos fácil é.
5.    Bocas sobre linhas, letras e algarismos.
6.    Desenhar pontos o mais afastados possível e uni-los por linhas rectas.
7.    Experimentar vários padrões em quadrados contíguos para experimentar valores em degradé.
8.    Encher um rectângulo de linhas quebradas formando um padrão regular
9.    Abecedários e frisos horizontais
10. Linhas e frisos verticais - Não vale virar o caderno. É mesmo diferente desenhá-los ao alto ou ao baixo.
11. Há reuniões que são assim.
12. Desenhar rectângulos e preenche-los com padrões diferentes. Quanto maiores os rectângulos mais difícil o exercício. A dificuldade (e a eficácia) do exercício também aumente se o caderno ficar sempre na mesma posição em vez de o rodar para cada conjunto de linhas.
13. Experimentar abecedários e frisos com tamanhos diferentes.
14. Espiral com abecedário incluído. Aqui tenho mesmo de rodar o caderno!

Seria importante que estes exercícios não fossem feitos sempre ao estirador, mas também num sofá, em pé, encostado a uma parede, num local ventoso, no autocarro... em qualquer lugar, porque é aí que vamos usar o diário gráfico.
Como estamos reduzidos a desenhar em casa fica à imaginação de cada um a escolha de condicionantes que simulem as dificuldades mais comuns da vida de um urban sketcher. Contem como foi.

2020-04-02

Musealizemo-nos

Um Tio Avô que foi voar para França durante a guerra.
Depois do último acidente, de onde saiu bem, o avião ficou inaproveitável. Trouxe este ferro torcido que ficou para o Museu das Recordações de Família.

Quarentena Desenhada

Esta WebOficina - obrigado Susana Nobre - já era de ontem mas só hoje lhe consigo chegar e muito brevemente.
A lixívia está na ordem do dia. Tentando dar-lhe uma utilização menos desmoralizante do que a luta contra o impronunciável, e respondendo às perguntas que fizeram voltei ao método, com video e tudo.
Usei caneta de aparo e pincel tanto para o fundo azul como para a abertura com lixívia. Atenção. Quando a lixívia é demais o papel fica castanho de queimado. Mais atenção. Com a lixívia todos os cuidados são poucos (olhos, mãos, roupa, ...)

2020-03-30

Variações Sobre um Tom

Não tinha máquina fotográfica mas, para responder ao desafio do Filipe Pinto, fui buscar uma máquina de café VESÚVIO que me lembro da Avó usar. Tomei café feito com ela. Usei caneta de aparo, pincel, ecoline e lexívia para vazar as letras.

2020-03-29

Da tri para a bidimensionalidade

Respondendo à WebOficina proposta pelo Eduardo Salavisa.


2020-03-28

... momentos surreais...

Tentando responder ao desafio da Fernanda Lamelas, não com objectos, como proposto, mas partindo de um desenho antigo.

Liliput

Não consigo aguentar a pedalada USkP.
Só hoje fiz o LILIPUT, desafio do José Louro. E tive que me socorrer de um desenho antigo.

2020-03-27

Mãos que desenham... com luvas, no IPO.

Nisto das WebOficinas ando com um dia de atraso. Só hoje consegui responder ao desafio do Luís Ançã. Obrigado Luís.


2020-03-26

Tempo de Reflexão

Por acaso nem foi. Usei a câmara das videoconferências e um monitor em vez do espelho.
E nada disto é da minha praia. Nem o retrato, nem o autoretrato, nem a mancha, ...
Faz-se o que se pode para responder ao Luís Frasco, com lápis de cor, num caderno que não grama água e um scanner que não vai à bola com as cores.

Desenho de LRei Cabral

Os meus netos também estão de quarentena e vão usando alguns cadernos, em cumprimento rigoroso do manifesto dos USkP.
Este diz assim: Olá Avô P. A Inês estava a mamar e eu fiz um desanho espero que goste é digno dos urbansketchers bei Luís.
A Mãe, a Inês e a cozinha estão muito pormenorizadas.

2020-03-24

CÉUS!!! Vem aí o Pedro Loureiro.

Não tive oportunidade para dedicar tanta atenção como merecia este grande desafio mas fiz o que pude sabendo, à partida, que qualquer tentativa seria ofuscada pelos céus do Pedro Loureiro.
Depois é o meu scanner que não se interessa pelas subtilezas da cor, em especial dos cerúleos e celestes.
E o caderno também não gosta de aguarelas mas, em contrapartida, eu gosto de lápis de cor.

2020-03-23

Procopiando o WC

WebOficina para a Quarentena Desenhada.
Só tu, António Procópio, me pões a desenhar desta maneira!

2020-03-20

Quarentena Desenhada

Hoje tive ajuda para desenhar a quarentena:

2020-03-16

Sketch Tour Portugal Trails

Em Março 2018, faz agora mesmo dois anos, estava começando o Sketch Tour Portugal Trails, com a Linda Toolsema https://www.facebook.com/linda.toolsema e o Rui Rebelo. Apesar da chuva e frio foram uns dias do melhor que há. Guardei uma página dupla para, ao longo dos dias, ir recolhendo portas e janelas dos vários sítios por onde passamos.
Nestes momentos de crise há que reavivar boas memórias.

2020-03-13

Da Minha Janela

Com uma caneta e um caderno não há quarentena que abale um urban sketcher.
Está na altura de avançar para os desenhos DA MINHA JANELA. Eu já tenho uma boa coleção:
https://bonecosdebolso1.blogspot.com/search/label/Da%20minha%20janela
mas acho que, nestes dias, vão crescer a minha e outras colecções.
Atenção também ao excelente desafio do João Pinto:
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=2702267423203724&set=gm.1419080748270941&type=3&theater&ifg=1