2008-09-23

Caminho da praia, 10



Chegada ao Penedo.
Por aqui ficavam as fronteiras das minhas deambulações há muitos muitos anos…
Nestes caminhos tomei o gosto ao passear, olhar e ouvir.
Não me esqueço deste local porque lá me cruzei com uma cobra rateira que na época achei verdadeiramente enorme.

2 comentários:

Galeota disse...

- Sai do "bloco"!Uma saramântiga.

josé louro disse...

Empolgante, gráficamente, este itinerário. As voltas que a vida dá. Quem diria, penso eu, que voltarias passado anos para o desenhar?