2008-12-08

Díários de viagem


Já vi o livro do Eduardo Salavisa e acho que vale realmente a pena.

Sou um dos felizes selecionados e acho que os pequenos "bonecos de bolso" que lá aparecem são grandemente valorizados pela companhia de alguns fantásticos autores.

O lançamento será às 16:00h de 2008.12.13 (até às 18:30h). no LA MONEDA, R da Moeda nº1 (junto ao Mercado da Ribeira).

Mais detalhes sobre o livro, aqui ou aqui.

CapaDupla 600

Este livro foi feito a pensar nas pessoas que gostam de desenhar e que gostam de viajar. E de preferência gostam das duas coisas ao mesmo tempo. Mas também para aquelas pessoas que ainda não desenham nem viajam, mas têm vontade de o fazer. Mas, quando falo em viajar falo num sentido amplo, ou seja, viajar no dia-a-dia, na nossa cidade, no nosso bairro, ou mesmo na nossa casa ou até na nossa cabeça.


TEXTO DA CONTRACAPA

Desde sempre, viajantes munidos de cadernos desenharam e escreveram sobre o que observavam e sobre aquilo que reflectiam. Para o percurso de alguns artistas os desenhos dessas viagens foram mesmo decisivos para o seu percurso artístico (Delacroix e Le Corbusier são dois bons exemplos)

Mas também podemos desenhar no nosso dia-a-dia como se viajássemos - é uma boa maneira de nos iniciarmos ou de continuarmos na actividade do desenho. Autores contemporâneos, de várias profissões e actividades, desenham habitualmente em cadernos transportáveis, a que chamamos Diários de Viagem ou Diários Gráficos. Neste livro, 35 desses autores falam-nos dessa experiência e entreabrem-nos os seus cadernos.

Ouvindo professores e alunos de vários níveis de escolaridade, compreendemos, por fim, como o Diário Gráfico, constitui uma ferramenta pedagógica fundamental, que estimula a capacidade de observar e de desenhar.

5 comentários:

zm disse...

Parabéns. São seguramente bons desenhos. Um abraço.
ZM

josé louro disse...

35 indomáveis viajantes. Até Sábado.

Galeota disse...

Bonito. Caminhos de unidade e de diálogo.

Vekiki disse...

Ofereci-o à minha Filha, aspirante a artista, no Natal. É maravilhoso! Invejo quem assim desenha :-)
Continuação de muitos e bons Diários Gráficos!

Anónimo disse...

Um livro que é bonito,com um papel muito agradável ao tacto e com uma concepção gráfica excelente.
Corporiza uma estratégia pedagógica
interessante.

Galeota