2011-06-17

Leiria. Casa do Sineiro


A luz vinha coada pelos plátanos e as sombras ganhavam uma cor amarelada. Esverdeada. No meio do calor era uma sombra apetecível.

1 comentário:

hfm disse...

O que eu perdi! Infelizmente não há escolha que não implique uma rejeição; nem sempre escolher é simples, foi o que me aconteceu nesse dia.