2012-05-28

Lx Factory

Dei uma volta pela LX Factory, enquanto esperava pelo concerto, e encontrei esta fachada triste. Seria difícil fazê-la mais triste. Vi com atenção e percebi que não foi sempre assim. Ao princípio era uma fachada honesta. Trivial mas perfeitamente honesta. Simétrica, equilibrada, rebocada... Depois vieram as sucessivas intervenções ao sabor do momento, uma janela aqui, uma porta ali, uma grade, uma perfuração... até uma escada em betão (qual autoestrada) fizeram quando se ajeitou um empreiteiro para isso. Preocupações com a estrutura, o reboco ou a pintura nunca houve. Nem mesmo com o futuro do edifício. Agora, mesmo com uma porta escarlate, já não se consegue animar a coisa e, ao pintá-la, tenho a sensação de que ainda não estou a trabalhar para a recuperação do edifício mas para servir mais um pequeno interesse de ocasião. Já não sei se estou às voltas com o meu caderno ou com qualquer jornal diário...

1 comentário:

Filipa Antunes disse...

Gosto muito deste desenho Pedro, parabéns pelo resultado.