2015-12-17

S Julião da Barra

As masmorras de S Julião da Barra têm várias referências literárias. A Maria Celeste lembrou as RAZÕES DE CORAÇÃO do Álvaro Guerra, que é um fantástico retrato da Guerra Peninsular.
A experiência de apagar a luz com vinte pessoas (metade da lotação do calabouço) naquele espaço foi tenebrosa e arrepiante.
Ainda por cima era uma prisão política onde as pessoas entravam e saíam ao sabor da colheita partidária.
Copiei o texto de uma lápide que andava lá por perto.

Sem comentários: