2016-09-05

Nós e os Cadernos, Esposende.

Sharpie 9m2
Logo que os vi soube que os ia desenhar. Dois Sharpie 9, lado a lado. Novos. Lindos.
Daí a pouco vi mais três, novinhos, no Clube Naval (?) e percebi que havia história. Perguntei e claro que há um responsável, um construtor que recuperou a ideia e que os está construindo em Esposende. Por pouco não me encontrei com ele.




















O Sharpie 9 é uma relíquia. Desenhado em França com rigor de monotipo ficou muito ligado à guerra e à ocupação alemã e foi barco olímpico até à chegada dos Finn que os substituíram (até hoje) com grandes vantagens. Mas o Sharpie 9 ficou na memória sempre associado à geração do meu Pai e dos meus Tios. Até há poucos anos havia um que velejava todo o verão em Cascais. Havia também um lindíssimo e perfeito modelo em madeira, com vela de algodão, que fazia as alegrias da pequenada quando tinha autorização para o tirar da caixa.
As recordações que me passaram pela cabeça sentado no pontão a desenhar os Sharpie 9...

1 comentário:

Miú disse...

Lindas recordações para um belo barco. E um óptimo desenho!