2005-10-16

Lisboa, Av República


Basta sair de casa e dos sítios do costume para encontrar casas, imagens, formas, que apetece desenhar ou, pelo menos, recordar.

Mais difícil é dar atenção ao que temos todos os dias à nossa frente.

Às vezes estou ao estirador, olho para fora e procuro numa vista conhecida encontrar um motivo de interesse. É um exercício que tenho pena de não ter feito sistematicamente em todos os gabinetes onde trabalhei. Sobraram, no entanto, alguns exemplos.

Este, primeiro, é das traseiras na Av República, em 1993

3 comentários:

DCveR disse...

Por vezes é naquilo que vemos todos os dias que se torna mais dificil de encontrar a beleza ou o interesse. Parece que o hábito embota realmente a nossa percepção. Desenhos espetaculares como sempre.

Azenhas disse...

Bom dia Pedro!

Tentei responder ao mail, mas a netcabo não permite que o gmail responda penso eu... tem um emial alternativo?

Um abraço

Soul Surfer disse...

Olá Pedro, partilhei o seu trabalho em https://www.facebook.com/groups/lisbonsketch/