2007-06-28

Vila Ventura






Um post especial para a Palavras e Imagens,
http://parolesimages.blogspot.com/ ,
que me distinguiu com um
"Thinking Blogger Award"


Vila Ventura. Benfica. Lisboa.

2007-06-27

Casal da Serrana


Onde viveu Keil do Amaral e, mais tarde, Bernardo Marques

2007-06-25

Antero

Um meme para o fim-de-semana alucinante
http://fim-de-semana-alucinante.blogspot.com/


























O Palácio da Ventura

Sonho que sou um cavaleiro andante.
Por desertos, por sóis, por noite escura,
Paladino do amor, busca anelante
O palácio encantado da Ventura!

Mas já desmaio, exausto e vacilante,
Quebrada a espada já, rota a armadura...
E eis que súbito o avisto, fulgurante
Na sua pompa e aérea formosura!

Com grandes golpes bato à porta e brado:
Eu sou o Vagabundo, o Deserdado...
Abri-vos, portas d'ouro, ante meus ais!

Abrem-se as portas d'ouro, com fragor...
Mas dentro encontro só, cheio de dor,
Silêncio e escuridão -- e nada mais!

Antero de Quental

2007-06-12

2007-06-05

Caminhos do Tejo. Ruína



Andares & Passeares
De Lisboa a Vila Franca de Xira.

2007-06-04

Rio Trancão


Andares & Passeares
Regresso aos Caminhos do Tejo.
De Lisboa a Vila Franca de Xira.

2007-06-01

Seilá desenhar


seilá said...
diga-me em segredo: acha que se aprende a desenhar?! :)
31 Maio, 2007 10:44



Pois eu gostava de desenhar como o Rembrandt… mas conheço as minhas limitações e sei que a genialidade não se aprende. Desenhar é diferente. Aprender a desenhar é sobretudo aprender a ver (e a utilizar algumas técnicas que variam com as épocas) e isso está ao alcance de todos.

Independentemente dos resultados, o desenho vale pelo processo e pela nossa satisfação de o percorrer. Depois de fazer um desenho olhamos sempre de outra maneira para o motivo.

As aulas (conversas… críticas…) sobre desenho e sobre “peças” desenhadas ensinam-nos a ver aquilo que ainda não tínhamos visto e que podemos redesenhar. É um processo interactivo e cumulativo que vai abrindo novos e saborosos caminhos. Gostava de estar muito mais adiantado, mas sinto-me em pleno processo de aprendizagem… e gosto.

Eu acho que se aprende a desenhar!

Fundação Eugénio de Almeida