2011-02-18

Via Algarviana, dia 11 (1)


Mais eólicas.
Também sem querer ofender os artistas dos graffitti, alguns extraordinários, fico contente por haver locais que, por serem demasiado isolados, não têm interesse para o preenchimento obsessivo das superfícies visíveis.

3 comentários:

hfm disse...

Os tais "fantasmas" necessários mas que, tantas vezes, estragem a paisagem. É o preço a pagar pela dita "civilização"!

Gostei do desenho.

Galeota disse...

Se calhar, ao subir as escadas vejo algum acelerómetro.

Joaquín Aragón disse...

Sencilla y muy buena composición.
Los vacíos hacen mucho.