2006-04-26

Passagem, 2

7 comentários:

hfm disse...

Sabes que estes teus desenhos de portas, escadas, entradas (saídas) me apetecem deixar a imaginação fugir e escrever sobre elas?

Lori Witzel disse...

And then, behind that last door, was...

:-)

These are wonderfully enticing.

Anónimo disse...

Sabia estar perdido na sua própria casa e prisioneiro da sua memória. Havia já muitos dias que deambulava pelo dédalo de corredores e salas que se sucediam umas às outras, sem lhes encontrar um princípio ou um fim; a casa era labiríntica, como o era a sua memória e em ambas se perdeu. Resolveu pegar num pequeno caderno e numa caneta e começou a desenhar a casa, cuidadosamente, passo a passo, espaço a espaço, vão a vão; começou, assim, a ganhar atenção aos pormenores e detalhes daquela, descortinando diferenças onde antes só via semelhanças. Tal como o Pequeno Polegar, encontrou um suporte para as recordações e assim foi semeando desenhos, como o outro lançava pedrinhas.
Não sabe quando descobrirá a porta que o levará para fora daquelas 4 paredes, mas sabe estar, hoje, mais perto de encontrar uma saída para o labirinto da sua vida.

(um abraço)

Cin disse...

I am really enjoying this passageway and stairway series, beautiful little vignettes.

Alina Chau disse...

beautiful drawings, love your windows and doors sketches!! Elegant!

PMBC disse...

Ó Anonymous tens tanto jeito que podias fazer um blog de histórias.
Isto vai ser difícil porque ainda tenho mais umas "passagens" para trazer aqui.

@ disse...

com estes desenhos, desenhar parece um acto tão simples!!!
como dizia um professor meu desenhar é aprender a ver.