2006-04-27

Passagem, 3

4 comentários:

Lori Witzel disse...

Love the arch opposite the square-framed opening...and that ghost light on the ceiling! Wooooo!!!

Rrramone disse...

Nice, soft touch. :-)

hfm disse...

Soberbo!

Anónimo disse...

Quando por aquele corredor passou, sentiu renascer a esperança. Andava perdido por salas e corredores, portas e escadas, principiou a desenhar os seus passos, toda a casa foi retratada menos esta porta, entreaberta, convidativa. Era, só podia ser, a almejada saída, a peça que faltava no puzzle da sua memória que o tinha atraiçoado. Respirou aliviado, sorriu, pecorreu aquele curto corredor de ladrilho e estancou. Teve receio do mundo exterior. A memória, naquele momento, regressou, lembrando-o que tinha construído aquela casa para nela se perder. E voltou ao labirinto, trocando o certo pelo incerto, o estático pelo dinâmico, a realidade pelo sonho. Como tanta gente, aliás.

(3 "passagens", 3 histórias. Não será sempre assim...)